sexta-feira, 17 de julho de 2015

SONHOS - OU SERIA UM ALERTA?

Uma experiência pessoal


Por Alan Capriles

Talvez você não acredite em inferno, mas deixe-me compartilhar o sonho (ou pesadelo) que tive nesta noite:

Encontrava-me num lugar sombrio, onde havia vários corpos deitados no chão, uns sobre os outros, a perder de vista. Eles não estavam nus, mas bem vestidos, parecendo usar paletós, ou alguma outra roupa de cor escura. Quase não se moviam, mas havia som de muito gemido e muito pranto. Ao ver aquilo tentei ajudar, mas não havia nada que eu pudesse fazer. Senti uma enorme angústia e um pavor intenso. Aquilo durou apenas alguns segundos, mas foi tão forte que parecia ser uma eternidade.

Foi quando acordei. Eram 03h07 da madrugada. Levantei para beber água, dando graças a Deus por tudo não passar de um terrível pesadelo... Ou seria algo mais?

Digo isso porque, na verdade, esse havia sido meu quarto sonho estranho e consecutivo dentro da mesma semana.

No primeiro deles, encontrava-me ao ar livre conversando com os jovens de nossa igreja e, de repente, avistei uma enorme explosão no horizonte, que gerou uma gigantesca onda de fumaça e destroços que vinham em nossa direção. Imediatamente gritei, orientando que todos se deitassem no chão. Pude sentir o calor passando sobre minhas costas. Em seguida, vi prédios caindo, uns sobre os outros, como peças de um dominó.

Na noite seguinte, tive o segundo sonho. Eu dirigia meu carro em algum local que parecia ser um cruzamento, quando de repente o chão começou a ceder e se abrir bem à minha frente. Precisei correr dando marcha à ré para fugir de tudo aquilo, pois acontecia muito rápido e alguns carros estavam sendo completamente engolidos. 

No terceiro, havia uma multidão de pessoas em caos, que corriam de um lado para outro, com as mãos na cabeça. Eu não sabia o porquê de tudo aquilo, mas percebi que, além de ser noite, não havia luz em parte alguma. A última cena desse sonho foi eu avistar a silhueta negra de uma igreja, estranhando que ela estivesse fechada e completamente apagada.

O quarto sonho foi o que relatei no início deste post.

Não costumo lembrar do que sonhei e nem dou muita importância para isso, mas o fato é que esses sonhos, além de impressionantes, parecem ser uma sequência, como flashes de uma só história. Sendo assim, talvez o quarto sonho não seja o inferno, propriamente dito, mas pessoas sofrendo as consequências de um inferno aqui na terra, após uma bomba nuclear ou coisa parecida.

Obviamente, espero que tudo não passe de sonhos. Mas, como isso não costuma ocorrer comigo, pretendo redobrar minha vigilância e também minhas orações. E, se me permite um conselho, talvez você devesse fazer o mesmo.

"Vigiai a todo tempo, orando, para que possais escapar de todas estas coisas que têm de suceder e estar em pé na presença do Filho do Homem."
Jesus Cristo (Lc 21:36)


2 comentários:

Sonia disse...

Também já tive sonhos iguais a esse há alguns anos. Me encontrava no quintal da minha casa , quando olhando para o leste de onde moro , avistei a explosão de uma bomba atômica.Pude sentir o calor.. Passados uns dias presenciei os estragos de um grande terremoto , mas pelo que me pareceu as cidades mais atingidas eram nos EUA. Depois via como bolas de fogo caindo dos céus e onde elas atingiam se tornavam em fogo como numa explosão. Também vi um tsunami vindo em direção a uma cidade litorânea do Brasil Enfim...O que poderá ser? Um aviso?

Anônimo disse...

minha irmã teve uma visão onde um tsunami enorme vinha em direção a várias cidades e ela compreendeu que aquilo estava sucedendo por causa de uma falha, uma divisão numa placa tectônica no fundo do oceano.