domingo, 29 de abril de 2012

ORAI PELOS QUE VOS PERSEGUEM


Por Alan Capriles

“Tornei-me, porventura, vosso inimigo, por vos dizer a verdade?”
(Gálatas 4:16)

A perseguição é o custo por se dizer a verdade. Sempre foi assim. Como nada se pode fazer contra a verdade, muitos optam por denegrir quem disse a verdade, saindo do debate das ideias para o embate pessoal. Quando alguém age dessa forma, preferindo partir para ofensas e pré-julgamentos, geralmente é porque se esgotaram os argumentos da razão. No entanto, não nos esqueçamos de que a verdade só é ofensiva para quem decide permanecer no erro.

Tenho sofrido esse tipo de ataque nos últimos dias. Jamais imaginei que meu artigo intitulado “Jesus nunca foi evangélico” fosse causar tanto furor naquele que afirmou o contrário, ou seja, que Jesus teria sido evangélico. Mesmo apesar da consideração que tive em não citar seu nome, ou de não dar pistas sobre seu blog, e de nada eu escrever de pessoal acerca de sua pessoa (nada mesmo!) sua revolta pessoal contra mim foi despejada num artigo onde fui chamado de “briguento, violento, sem domínio próprio, beligerante, injusto e desrespeitoso”. E, adivinhem: nem uma só palavra para explicar como ele chegou a estranha conclusão de que Jesus era evangélico. Aliás, o artigo desviou desse foco, deturpando minhas palavras, dando a entender que eu havia criticado Lutero, Zwinglio e Calvino e que eu estaria condenando quem se rotula evangélico, atitude que eu jamais tomaria. Quem convive comigo sabe que sou totalmente contra discriminar pessoas, seja por sua opção religiosa, ou por qualquer outro motivo. Prova disso é que sou convidado a pregar em diversas igrejas evangélicas e tenho bom relacionamento com todos os evangélicos e católicos que conheço. Todos. Respeito a liberdade que as pessoas tem de colocar sobre si mesmas o rótulo que quiserem. Mas, dizer que Jesus era evangélico já é demais! Isso é como querer colocar um rótulo religioso no próprio Deus, razão pela qual não me calei. Jesus está muito acima de qualquer religião rotulada pelos homens.

No entanto, meu combate é sempre contra a mentira e não contra pessoas. Ao combater uma mentira que alguém tenha dito, não estou com isso chamando essa pessoa de mentirosa, mas refutando um equívoco que foi cometido, a bem da verdade. Nada além disso. Não é um ato de desamor, mas de amor! Quem ama, corrige. Ademais, minha ética não me permite citar o nome de quem tenha cometido o erro, a fim de poupar sua reputação. Foi assim que agi em “Jesus nunca foi evangélico” e é sempre essa mesma postura que adoto em todos os meus textos. Isso já ficou bem esclarecido no artigo intitulado “Prefiro acender uma luz”.

Mas é mesmo lamentável quando alguém sai do campo das ideias para o embate pessoal, pois isso é totalmente improdutivo. Não somente improdutivo, mas altamente nocivo ao reino de Deus. Para exemplificar, o jornalista que se levantou contra mim teve o trabalho de descobrir o site da igreja que pastoreio, não para se alegrar com o fato de eu publicar artigos que ele escreveu (o que comprova minha admiração por ele), mas para ridicularizar a foto em que estou abraçado com nossos irmãos em Cristo. Pergunto: O que ele conseguiu com isso? Somente uma porção de comentários me achincalhando, feito por pessoas que não tem a menor ideia de quem sou, magoando meu coração e o dos irmãos que pastoreio. E ele ainda condenou meu ministério, como se eu não fosse apto a exercer o pastorado. Que proveito isso trouxe para o reino de Deus? Teria sido proveitoso sim, se ele tivesse escrito um artigo explicando a frase na qual afirma que Jesus foi evangélico, mas, ao invés disso, preferiu colocar os evangélicos contra a mim, semeando contenda entre os irmãos, a prática mais abominável aos olhos de Deus. (Provérbios 6:16-19)

Chorei. Foi deprimente ler aquele texto, escrito não contra minha tese, mas contra a minha pessoa, numa clara demonstração de rancor e de vingança. E depois, como foi angustiante ler, ao longo da semana, tantos comentários que me apedrejavam e denegriam... Mas, a despeito de tudo isso, orei muito para não me ressentir contra qualquer um deles, a começar por quem me caluniou, pois não ignoro quem realmente está por detrás de tudo isso. Faço minhas também as palavras de Paulo, o apóstolo: “eu perdoo [...] para que Satanás não alcance vantagem sobre nós, pois não lhe ignoramos os desígnios.” (2 Coríntios 2:10,11 parte)

O fato é que nossa luta não é contra os ímpios e muito menos contra nossos irmãos em Cristo! (Efésios 6:11,12) Nossa luta é contra o maligno e suas mentiras; mentiras que oprimem as pessoas dentro de guetos, de rótulos e que as mantém divididas, longe da simplicidade e do amor do verdadeiro evangelho. Denegrir pessoas é sempre errar o alvo, pois o nosso real inimigo não é o homem, mas o pai da mentira, que é quem engana e escraviza o homem no pecado. (João 8:44)

Portanto, não pagarei o mal com o mal. Não me acho melhor do que ninguém. Não fortalecerei as trevas da soberba. Continuarei acendendo uma luz. Sei que só se pode vencer o mal com o bem. (Romanos 12:21) Fui apedrejado, mas minha escolha é perdoar. Fui difamado, mas minha escolha é, sinceramente, abençoar. (Rm 12:14)

Que Deus abençoe aqueles que me julgaram e condenaram sem nem sequer me conhecer. Que sejam livres do orgulho, do ódio, da vingança e do engano de todo sistema opressor. Que Deus os abençoe, em nome de Jesus. Amém.

“Ora, todos quantos querem viver piedosamente em Cristo Jesus serão perseguidos.”
(2 Timóteo 3:12)
" Eu, porém, vos digo: amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem"
(Jesus Cristo - Mt 5:44)

10 comentários:

Ruth Ferraz disse...

É Pastor Alan, infelizmente a maioria das pessoas ainda não compreendeu que Jesus não veio trazer "placa de igreja" e sim mostrar o que o poder de Deus é capaz de fazer: salvar, curar, etc. Cada um de nós é um Templo!
Como Jesus disse no final dos tempos o amor praticamente se esfriaria sobre a Terra! E isto esta se tornando cada vez mais um fato, pois os proprios irmãos estam perseguindo outros irmãos.

Alan Capriles disse...

Ruth, você acertou em cheio: "cada um de nós é um templo" - essa é a verdade que mais incomoda o sistema religioso. Estêvão, primeiro mártir cristão, foi apedrejado logo após dizer essa verdade. Gravei um vídeo a respeito disso, que é o primeiro de uma série:

http://youtu.be/nfUYHbUEJpA

Mas, como você bem lembrou, precisamos ter cautela para não cairmos nas ciladas do inimigo. Nosso verdadeiro inimigo é o pai da mentira e não aqueles que por ele são enganados. Somente por meio de muita oração seremos poupados dessa "frente fria" que assola os corações de quase todos. Perseveremos em orar e em amar.

"E, por se multiplicar a iniquidade, o amor se esfriará de quase todos. Aquele, porém, que perseverar até o fim, esse será salvo." (Mt 24:12,13)

Deus lhe abençoe cada dia mais!

Regina Farias disse...

Pastor,

"Se, pelo nome de Cristo, sois injuriados, bem aventurados sois, porque sobre vós repousa o Espírito da glória e de Deus".(1Pe 4.14)

Que Deus continue te iluminando, te inspirando e te fortalecendo para falar com ousadia sobre o Evangelho que nada tem a ver com certos tipinhos 'evangélicos' que se dizem seguir o Evangelho!

R.

Alan Capriles disse...

Amém, Regina. Conto com sua ajuda em oração e agradeço pelo versículo, que é reconfortante. Sua amizade é importante pra mim.

Deus lhe abençoe cada dia mais!

Ruth Ferraz disse...

Olá Pastor Alan,
Assisti o video e muito ele me inspirou a fazer um post no meu blog, pois eu estava mesmo procurando o versiculo que diz que "Deus não habita em santuario feito por mãos humanas".

Anônimo disse...

O Reino de Deus é coroado com coroa de espinhos.

Pr. Ricardo Silva disse...

“Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus.” (Mateus 5:10)
“Bem-aventurados sois quando, por minha causa, vos injuriarem, e vos perseguirem, e, mentindo, disserem todo mal contra vós. Regozijai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus; pois assim perseguiram aos profetas que viveram antes de vós” (Mateus 5:11,12).
“Ora, todos quantos querem viver piedosamente em Cristo Jesus serão perseguidos” (2 Timóteo 3:12).
Quando Jesus disse, Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me.Mateus 16:24, Ele já sabia e previa que tudo isso aconteceria, afinal costumo dizer que ser servo de Jesus não é para covardes e sim para valentes, sempre se atentando para o versículo: "Tudo posso naquele que me fortalece" Um estudo exegético de Filipenses 4:13. onde o Apóstolo Paulo, já descrevia sua difícil e dolorosa luta para pregar a palavra e o amor de Cristo, diante disso, não temos assim como querer estar em uma posição maior ou melhor do que ele. Nossos sofrimentos nesta obra, gerarão feridas e cicatrizes que nos lembrarão quanto valentes e vitoriosos somos em Cristo Jesus e as mesma serão justificadas pelo nosso Senhor que estais no Céu.
Sê forte e corajoso, não temas nem te espantes porque o Senhor é contigo! Todos um dia prestarão contas de seus atos e todas as obras passarão pelo fogo e assim, serão aprovadas ou reprovadas.
"Aquele que pensa estar de pé, cuide para que não caia" I Corintios 10:12.
Assim somos nós, meu amado, querido irmão e meu fiel amigo Pr. Alan. E que Deus lhe abençoe e te guarde.
Pr. Ricardo Silva

Alan Capriles disse...

Pastor Ricardo, meu querido e fiel amigo, agradeço muito por essa palavra, que me encoraja a prosseguir. De fato, o Senhor Jesus nunca nos enganou quanto ao custo de segui-lo. Sendo assim, que o Espírito Santo nos ajude a sermos fortes e corajosos, como deve ser todo servo de Cristo.

Que Deus lhe abençoe cada dia mais!

Fruto do Espírito disse...

Paz irmão, saudades!

Me solidarizo com a dor do irmão.
Creia que o Espírito Santo consola aqueles que vivem retamente.
Ser perseguido por falar a verdade é marca registrada de todo servo autêntico.
Caráter cristão e autoridade espiritual não é para crente covardes e sim para aqueles que são chamados segundo o propósito que o Senhor Jesus estabeleceu.

Sinta-se abraçado pelo Senhor da Verdade.

Em Cristo,

***Lucy***

Alan Capriles disse...

Oi, Lucy!

Agradeço pelo apoio. Em poucas palavras, você disse tudo! Glorifico a Deus por sua vida.

Deus lhe abençoe mais e mais!