segunda-feira, 11 de outubro de 2010

A CARAPUÇA SERVIU?

Silas Malafaia revela o real propósito de seus outdoors

Por Alan Capriles

Em entrevista ao jornal O Dia, o pastor Silas Malafaia revelou sua intenção ao espalhar centenas de outdoors com a inscrição: "Deus fez macho e fêmea" e "Em favor da família e preservação da espécie humana". Ao ser questionado sobre a mensagem daqueles outdoors, que foram atacados por grupos gays, o pastor Silas respondeu:

— A carapuça serviu? Eles não são a favor da família? Não são a favor da preservação da espécie humana? Não são macho e fêmea? São o que, andrógenos? É uma mensagem e cada um interpreta como quiser.

Evidentemente, os outdoors foram uma armadilha na qual os grupos que defendem o homossexualismo caíram. Até o fim da semana passada, os grupos Arco-íris Liberdade e Gay Atitude, de São Gonçalo (RJ), mancharam de vermelho cerca de 300 outdoors do pastor Silas Malafaia. O vermelho é, de acordo com os ativistas, para lembrar a violência contra LGBTs.

Em artigo anterior eu havia dito não compreender a razão da foto do pastor Silas naqueles outdoors, especialmente por causa de seu sorriso, quase provocativo. Agora compreendo bem... era isso mesmo que ele queria: que alguém colocasse a carapuça.

Por Alan Capriles

5 comentários:

disse...

Heterossexuais morrem todos os dias assassinados, agora quando morrem um homossexual querem relacionar a morte dele a sua opção sexual. Ele pode ter morrido por ser criminoso, ou por causar desordens públicas e uma infinidades de coisas. Todos os dias pessoas morrem, independente de opção sexual. Paz!

Alan Capriles disse...

É verdade, Rô.

Estão querendo justificar os ataques aos outdoors com esta questão de um jovem homossexual ter sido assassinado por preconceito. Não investiguei o caso, mas, de qualquer forma, qualquer tipo de vandalismo é errado. A paz!

Sandro disse...

Graça e paz, sempre!

Passei por aqui para conhecer seu blog.
Estou procurando bons blogs para compartilhar.

Já estou te seguindo.

Ficaria muito feliz se puder me visitar.
Se quiser me seguir também será um prazer para mim.

Abraço em Cristo,

Sandro
http://oreinoemnos.blogspot.com/
Te espero lá.

Cláudio Nunes Horácio disse...

Se eles tem o direito de serem homossexuais e pregarem todas espécies de liberdade de expressão homossexual, terão de aprender a serem contraditados e receberem críticas SEM violência.
Não sou homofóbico, não tenho nada contra os homossexuais, podem fazer o que quiserem das suas vidas, Deus permite isso, nos deu livre arbítrio, temos escolhas.
O que não podem é querer tirar nossa liberdade de escolha, nos fazer ter a opinião deles na marra, na porrada, na violência.
Não concordei com o outdoor do Silas, mas parece que ele serviu para vermos quem são realmente intolerantes, pois não tenho notícias de algum cristão ter pichado os outdoors deles.

Alan Capriles disse...

Paz, Cláudio!

Concordo plenamente com você. E acredito que a intenção do Silas era mostrar a violência dos movimentos gays (e não todos os homossexuais). Eles caíram direitinho na "armadilha" do Silas.
Quanto aos outdoors que defendem o homossexualismo, alguns também foram pichados, mas não se sabe se foram evangélicos. Mas, com certeza, se foram evangélicos não eram verdadeiros cristãos.

Um forte abraço!