segunda-feira, 12 de julho de 2010

JESUS E YESHUA NO BANCO DOS RÉUS

Por Alan Capriles
Ridículo e desprezível. Estas palavras definem minha opinião a respeito de um dvd que acabo de assistir. Seu título: "Jesus e Yeshua no Banco dos Réus". Não fosse o pedido de uma irmã de nossa igreja, cujo marido pediu que eu analisasse  seu conteúdo, eu não teria nem sequer assistido tal dvd até o fim. E só me dou ao trabalho de escrever estas linhas porque sei que dvds como este fazem sucesso no meio evangélico. São copiados e recopiados, alastrando-se como praga, contaminando com dúvidas o coração dos incautos.

Produzido por um tal "Centro de Pesquisa Profético" (?) e apresentado por um sujeito que se intitula "bacharel em teologia e línguas bíblicas" (mas que mal sabe falar o português) o vídeo tem a presunção de ser um estudo. Porém, está muito longe disso...

São tantas as aberrações de "Jesus e Yeshua no Banco dos Réus", que eu não saberia nem por onde começar. Logo de início se percebe o caráter judaizante do vídeo, devido a bandeira de Israel e o menorah gigante que estão por detrás do apresentador. Será que os cristãos judaizantes nunca leram a epístola de Paulo aos Gálatas?

O apresentador, por sua vez, força tanto na impostação de voz, que nitidamente dá a impressão de que é um "zé ninguém" tentando parecer alguém importante.

Minha indignação se justifica. O propósito do tal "estudo" é, na verdade, uma grande blasfêmia. Resumindo, ele afirma que a adoração que prestamos a Jesus Cristo não estaria sendo recebida pelo Salvador, mas por uma entidade maligna, oriunda da antiga Babilônia. Ou seja, nós, cristãos, estaríamos todos perdidos, adorando uma falsa divindade. Pior ainda, quem não invoca Yeshua, mas Jesus, estaria invocando ao próprio diabo!

O mais incrível é que, para tentar provar sua tese, o vídeo insere partes de um documentário herético, mas muito popular na internet, chamado "Zeitgeist". Este documentário, é importante lembrar, já foi desmascarado e refutado com sucesso na própria internet. Ora, só o fato de se valer de um vídeo herético, produzido por ateus, seria o bastante para desmerecer "Jesus e Yeshua no Banco dos Réus".

Porém, o "estudo" apresenta muitos outros erros. Por exemplo, afirma que o hebraico foi a primeira língua do mundo, quando se sabe que a língua hebraica se origina de um grupo de línguas camito-semíticas ainda mais antigo. O vídeo trata o termo "deus" como se fosse um nome e não como de fato é, um título. Nega, ou distorce, passagens claras da Bíblia, especialmente dos evangelhos. Acrescenta às Escrituras dados de tradições duvidosas, tais como as que afirmam que os magos eram reis (Mt 2:1). E, como já era de se esperar, não revela suas fontes. Enfim, o vídeo "Jesus e Yeshua no Banco do Réus" não apresenta nenhuma prova de tudo quanto afirma, não merecendo nenhuma credibilidade.

Não é de se surpreender que, ao final do suposto "estudo", seja revelado o verdadeiro objetivo do vídeo: vender uma nova versão da bíblia, que, segundo o tal "Centro de Pesquisa Profético" é a "verdadeira bíblia". Todas as outras estariam erradas! Somente a bíblia deles é a verdadeira!

Engraçado... Eu já ouvi esta história antes... De quem foi mesmo? Ah, me lembrei: foi de uma testemunha de Jeová.

12 comentários:

disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Presb. Fabio Scofield disse...

Olá! Pr. Alan, Graça e Paz...

Quanto ao Vídeo, eu felizmente ainda não assisti, e dou graças por isso.
Quanto a essa tentativa de nos trazer alguma novidade, ou pior distorcer a verdade. Hoje não é só uma pratica dos hereges ou sectários, não, no nosso meio criou-se um grande e lucrativo mercado, onde todos os seguimentos tentam criar uma nova versão da Bíblia, dizendo em suas propagandas, que aquela versão trata-se da melhor. Onde hoje podemos encontrar nas livrarias evangélicas, as mais variadas versões, e cada uma, com uma proposta nova, o que conhecemos nos livros de filosofias baratas, as chamadas alto-ajuda, assim estão nos oferecendo nas bíblias, cada uma com uma suposta ajuda, com o propósito de fazer com que o leitor encontre a solução para os seus problemas nas entrelinhas, das anotações no rodapé de ajuda, que não são, mas teologias; (Exegética ou hermenêutica).Mas sim, uma psicologia barata, quase que cabalística, escrita propositalmente de acordo com o sexo e a idade do leitor. Hoje a Bíblia, não é mais a Bíblia Sagrada, Mas sim: A bíblia da Mulher, do Homem, do Jovem, da Criança, do Obreiro, do Idoso, do Ministro, da Batalha espiritual, da Saúde, da aplicação pessoal, e etc...
Antigamente, era muito preocupante, se receber uma testemunha de Jeová, ou um mormo ou um outro seguimento religioso, porque eles quase sempre traziam uma versão distorcida da nossa verdade. (A Bíblia). Hoje é diferente, precisamos, sim, tomar muito cuidado porque as nossas próprias Bíblias, já estão contaminadas com a mentira imposta pela ganância da riqueza a qualquer custo. Que Yeshua nos proteja desta falsidade.

Deus abençoe a sua vida e sua família em nome de Jesus...

Projeto de volta amensagem da cruz disse...

A graça e a paz Alan!!!
Infelizmente Alan essas heresias tem sido bem aceitas no meio cristão, mas creio que Jesus conta com homens que através da sua verdadeira palavra possam desmascarar essas mentiras como temos feito. A situação que temos hoje é muito difícil ou delicada, são muitos os falsos ensinamentos, cada um apresenta uma aparente verdade, que na realidade não passa de um coquetel de mentiras
deslavadas. Por isso que eu digo que Cristão tem que ler a Bíblia, vou te dar um exemplo: outro dia perguntei a alguns irmãos o significado de graça, e ninguem soube responder. Não fiz no intuito de desmerecer ou humilhar nenhum irmão, mas para provar qual o tipo de alimento que tem sido servido nos templos. Temos dois livros que tem sido muito lido pelos cristãos, são eles A CABANA e ECLIPSE, creio que os irmãos já conheçam. Tem sido uma desgraça em nosso meio! Que Deus o abençõe e continue te usando grandiosamente. Abraço do seu irmão em cristo!!

Anônimo disse...

Não vi esse DVD, mas tem uma coisa que é certo e que vc tem refutado, a questão de que a bibila que temos hoje contem muitos erros, acho que vc deveria ler mais a biblia tentando entende-la pela revelação do Espirito e não pela teorias humanas que passam pra vc.

Alan Capriles disse...

Prezado(a) Anônimo(a)

Não tenho a menor ideia de onde você tirou esse absurdo: "a bibila que temos hoje contem muitos erros".

Acredito que você quis dizer Bíblia e não "bibila". Se quis dizer mesmo Bíblia, com certeza o absurdo é ainda maior: nunca, em momento algum, e em toda minha vida, jamais duvidei da inspiração divina da Bíblia.

Ou você está no blog errado, me confundindo com outra pessoa, ou está completamente enganado a meu respeito.

Que Deus tenha misericórdia da sua vida.

Verdade oculta nas Denominações disse...

amado explique então o surgimento da palavra ( jesus ) e Yeshua suas origens, a questão não e deixa de crer no salvador e sim o nome errado que introduziram nas sagradas escrituras ?

Alan Capriles disse...

Verdade oculta,

Agradeço pelo comentário. Como você mesmo disse, "a questão não é deixar de crer no Salvador e sim o nome errado que introduziram nas sagradas escrituras". Portanto, não é o nome Yeshua que salva, mas a fé no Filho de Deus, cujo nome é adaptado segundo a língua de cada povo. Por exemplo, o nome João se pronuncia John nos países de língua inglesa. João Wesley e John Wesley são a mesma pessoa.

Dar ao nome Yeshua poderes sobrenaturais é puro misticismo. Este nome era muito comum na palestina no tempo do Novo Testamento; houve muitos Yeshuas, tanto antes quanto depois de Cristo. Não é o nome que salva, mas a pessoa de Cristo, em quem depositamos nossa fé.

O que o Senhor espera de nós não é que digamos o nome certo, mas que o obedeçamos - e o seu mandamento é este: "Amai-vos uns aos outros, assim como eu vos amei." (João 13:34; 15:12)

Ao invés de se cumprir este mandamento, fazendo-se boas obras pelas pessoas carentes, muitos preferem ficar "coando mosquitos", perdendo tempo com detalhes que não tem a menor importância. Mas estes, que nada fazem pelos que sofrem, porque não tem amor, ouvirão do Senhor naquele Dia: "Apartai-vos de mim, porque foi a mim que deixastes de fazer." E serão lançados nas trevas exteriores. É com isso que eles deveriam ficar preocupados e não com a tradução de nomes, coisa que não tem a menor importância.

Graça e paz!

WES disse...

EU WESLEY SANTANA:

Meus Caros não sejem ignorantes, pesquisem. NOMES NÃO SÃO TRADUZIDOS NEM ADAPTADOS, vai la no japão e te chamarão pelo seu nome proprio...Os padres enganaram o mundo (satanas por tras deles) o fizeram... acordem.

Vocês pegaram o Bonde andando e interpretaram super mal e tudo errado.

Toda a história que o Robespierre fala começa ja no seu ponto crítico no seguinte video ( O NOME DO ETERNO I II e III)vide youtube, e recomendo... e ainda tem mais dois temas anteriores que fazem total ligação com os dias de hoje (CONFLITO I e II) sobre a nova ordem mundial, se vocês não sabem pesquisem mais sobre tal ordem.

Apesar de que eu também não concorde com tudo que o Robespierre fala, mas, mais de 90% é proveitoso.

O nome do eterno é (Yahuh) e seu filho que veio "SIM" a dois mil anos é (Yahushua), e a maioria dos "Yahudins" corrompido p "judeus" ja o aceitaram a muito tempo, e são os evangélicos que não sabem o que falam. um abraço a todos.

WES disse...

obs.: em Yohanam (joão)17:11 é a maior prova que só existe "UM NOME", ele deu o seu nome a seu filho, pois neste nome ha salvação.

ja os crente creem em.: d-us, j-esus, senhor (baal), e no espirito-santo (não sei de quem)

E ainda se batizam no nome de um pai, de um filho e de um espirito-santo, todos sem NOME algum, salvo um "Senhor" que esse sim tem nome é BAAL.

Legenda de nomes blasfemados

D-us = ZEUS mitologico
J-esus = ESUS deus gaulês
Senhor - BAAL, Adom e Qirius de Roma (Sen=6 nhor=repetição 666)
Espirito-santo = Uma pomba = demônio que gira e fala linguas desconhecidas.

Ta na hora de acordar gente...

Alan Capriles disse...

Olá, Wesley!

Agradeço por expressar aqui sua opinião.

Um forte abraço!

Rubens Tiago disse...

Alan Capriles, vc sabe oque significa Yeshua? Aposto que não. Voces cristãos sempre perseguiram e mataram os judeus e os nunca os respeitou. Voce nunca leu a parte das escrituras que diz: "Porque a Salvação vem dos Judeus". Eu era cristão e me envergonho de ter sido cristão. O protestantismo é uma copia exata do catolicismo, só que mais perigoso porque esconde a verdade. Vai estudar as escrituras sagradas antes de falar contra um ungido de Elohim. Se vc é capas me diga e diga a todos quantos estão lendo este comentário." Como judas iscariotes morreu? Enforcado ou se jogou de um precipício?". Sim porque em Mateus diz que Judas se Enforcou e em Atos dos Apóstolos diz que Judas se jogou de um precipício. Diga agora de que jeito Judas morreu. Prova agora que essa bíblia que voces cristãos tem não é falsa.Estou esperando sua resposta, e porfavor seja convincente. Nada de ficar dando voltas.

Alan Capriles disse...

Olá, Rubens!

Respeito sua liberdade de expressão, razão pela qual publiquei seu comentário.

No entanto, vejo que o prezado não leu minhas considerações acerca da minha moderação nesse blog. O primeiro ponto é bastante claro, o qual declara:

"Não participo mais de debates teológicos abertos ao público. Motivo: eles apenas alimentam o orgulho, pois nunca vi alguém mudar de opinião em um debate aberto. Mas você pode me contestar a vontade - seu comentário será publicado. Apenas não espere que eu lhe contradiga. Caso queira conversar comigo, peço que me contate por e-mail e lhe responderei assim que puder."

Adiantaria alguma coisa eu responder suas perguntas aqui nesse blog? Antes de tudo, são perguntas tão fáceis (e já tantas vezes respondidas) que considero uma imaturidade alguém perguntá-las como se fossem difíceis.

Adiantaria eu lhe dizer que Judas se enforcou na beira de um precipício e que com o peso de seu corpo a corda arrebentou e ele caiu, tendo seu corpo arrebentado e suas entranhas saltado para fora? Adiantaria eu lhe dizer que desde os primeiros séculos os pais da igreja já escreviam acerca disso? Ou seja, que as tradições que geraram os relatos de Mateus e Atos se complementam? Creio que não adiantaria nada eu lhe explicar isso...

Mas, caso você tenha problemas com as contradições encontradas na bíblia, especialmente nos evangelhos, sugiro a leitura deste artigo:

http://alancapriles.blogspot.com.br/2012/11/tres-diferentes-historias-mas-um-so.html

Só mais duas coisas:

Primeiro: De onde você tirou que tenho algo contra os judeus? Amo o povo judeu, e isso não tem nada a ver com o fato do meu sobrenome ser judeu. Amo o povo judeu, assim como amo também os palestinos, os africanos e qualquer outro ser humano sobre a face da terra. Somos todos igualmente dependentes da graça de Deus.

Segundo: Capaz é com "z" e não com "s".