segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

EXPERIÊNCIAS COM DEUS

Qual a importância de nossas experiências pessoais com Deus?




Há momentos em nossa caminhada onde somente a certeza plena de que Jesus é o Cristo poderá sustentar nossa fé. Tal certeza não se dá por meio da teologia ou do testemunho de outros irmãos, mas de nossas próprias experiências pessoais com Deus.

Assim ocorreu com Paulo, o apóstolo. Não foi seu conhecimento teológico , ou o testemunho dos mártires cristãos que o converteram a Cristo, mas a sua própria experiência com Deus no caminho para Damasco.

Nessa mensagem, pregada do púlpito da Igreja Bíblica Cristã em 10 de Fevereiro de 2013, abro meu coração e revelo algumas de minhas experiências pessoais com Deus e de como elas foram cruciais para que eu não desistisse do meu chamado pastoral.

Após ouvir essa mensagem sinta-se a vontade não somente para comentá-la, mas principalmente para compartilhar conosco as suas próprias experiências pessoais com Deus.

Alan Capriles

____________________________________

Para ouvir mais mensagens que preguei confira nossa Playlist no YouTube.
Para baixar o áudio desta e de outras pregações, entre na página de áudio deste blog, clique no título desejado, aguarde abrir uma nova página, e escolha a opção download. O arquivo baixará gratuitamente para o seu computador no formato mp3.
____________________________________

Um comentário:

HP disse...

Pastor Alan,

Verdade. Há momentos que Bíblia apenas não nos segura. Precisamos de experiências pessoais, porém creio que a linha é muito tênue. Muitos deixam a Bíblia de lado e dão importância apenas às experiências.

Creio que precisamos de ambas. Mas a verdade das Escrituras deve prevalecer sobre as experiências, mesmo para não ocorrer heresias.

No exemplo de Paulo, a experiência foi fortissíma. Logo após ele foi para a Arábia e depois voltou para Damasco. Só foi se juntar com os demais cristãos em Jerusalém após 3 anos. Creio eu que esse tempo foi necessário para "digerir" a experiência que teve, comparando com as Escrituras das quais ele era instruído.

Que Deus continue te abençoando.

Abraço.

Henrique