sábado, 30 de outubro de 2010

A NOSSA MAIOR ALEGRIA



Não existe alegria maior que ajudar a quem realmente precisa. Esta é uma verdade tão simples, mas tão esquecida! Quantas vezes eu mesmo ignorei o real sentido da vida, que não está em receber, mas em doar, ou melhor ainda, em doar-se.

Vejam, por exemplo, a alegria estampada na face desta missionária do vídeo acima. Ela deixou seus pais, amigos, sua pátria, seus prazeres de juventude, para se doar no trabalho junto a estas crianças carentes na África. Quem conhece a Anibelli sabe que sua alegria não apenas é constante, mas é também contagiante!

Anibelli é mais uma prova de que a felicidade não está em coisas materiais, que o ladrão rouba e o tempo gasta. A verdadeira alegria está em servir ao próximo, sem interesse algum, seja terreno, ou espiritual, mas tão somente por amor àquele que nos amou primeiro: Jesus Cristo.

Jamais esquecerei a primeira vez em que hospedei um missionário, meu xará, e que agora é um grande amigo. O flagrei contemplando sua mochila, que ele havia acabado de jogar no sofá da sala, e dizendo: "tudo o que eu tenho está nesta mochila". E, depois de um suspiro, completou: "e não sinto falta de mais nada." Por quê? A resposta veio na pregação dele em nossa igreja: "o meu tesouro é Cristo."

Quando compreendemos que nosso real tesouro é Cristo, nada mais importa, a não ser servi-lo de todo nosso coração. E este serviço não é outro senão servir ao próximo, conduzindo-o ao evangelho da salvação, tanto por palavras, quanto por obras. Poderia haver maior prova de amor do que livrar alguém do inferno e conduzi-lo à verdadeira vida e à eternidade com Jesus?

E depois de tudo, depois de servir a tantas pessoas que jamais poderão nos retribuir, sim, no final desta vida, ainda ouviremos do Mestre: "foi a mim que fizestes." Pense bem: Poderia haver alegria maior do que esta?
Alan Capriles
P.S.:
Conheça o trabalho dos Missionários Jefferson e Anibelli junto a estas crianças, clicando aqui.

Um comentário:

René disse...

E aí, Alan,

Fico muito feliz, quando vejo pessoas como a Anibelli, se doando em favor das pessoas que mais necessitam de carinho, atenção, alimentos e, principalmente, do conhecimento do Senhor. São essas coisas que nos estimulam no nosso dia a dia, nos enchendo da esperança de podermos ser instrumentos úteis na mão do Senhor, conforme a Sua vontade.

Agora que encontramos esse Tesouro, não queremos mais abrir mão dEle.

Grande abraço e continue na Paz!