quinta-feira, 1 de julho de 2010

OS APÓSTOLOS DA BÍBLIA E OS APÓSTOLOS DA PÓS-MODERNIDADE

Por Alan Capriles
O apóstolo e o mendigo. Frente a frente. Sei que atualmente uma cena como esta seria muito improvável. Os apóstolos de hoje em dia não andam mais a pé, e seus carros estão sempre com as janelas fechadas e obscurecidas. Se bem que... apóstolo que se preza não viaja de carro, mas voa em seu jatinho particular. E, convenhamos, fica muito mais difícil ter contato com a miséria quando se está a milhares de pés de altura.

Mas, a despeito das circunstâncias atuais, imaginemos este encontro. O apóstolo e o mendigo. É bem verdade que isso já ocorreu, mas no século primeiro da era cristã. A Bíblia nos conta que os apóstolos Pedro e João subiam ao templo para orar, quando se depararam com um aleijado que mendigava e que lhes pediu uma esmola:

Apóstolos bíblicos

O aleijado pediu uma esmola e o apóstolo respondeu:
"Não tenho prata, nem ouro.
Mas o que tenho, isso te dou:
Em nome de Jesus, levanta e anda!"

Eles não tinham prata e muito menos ouro. Em outras palavras, não tinham dinheiro. Mas, se tivessem, com certeza dariam alguma prata ao mendigo, pois dar esmolas foi uma das ordenanças do Senhor Jesus (Lc 12:33). Sequer pensamos nisso, pois o milagre que se sucedeu foi tão maravilhoso que desvia nossa atenção: o aleijado se levantou, andou e saltou! (At 3:8) Porém, independente do milagre da cura, aquele aleijado receberia de Pedro e João alguma ajuda. Verdadeiros apóstolos não se esquecem dos pobres (Gl 2:10)

Será que o mesmo se aplica aos apóstolos da pós-modernidade? Sabemos que dinheiro não lhes falta. O que lhes falta, então? Depois de analisar a mensagem materialista e o estilo de vida dos atuais apóstolos, arrisco-me com a seguinte suposição:

Apóstolos pós-modernos

O aleijado pediu uma esmola e o apóstolo respondeu:
"TENHO prata e TENHO ouro.
Mas o que tenho, NÃO te dou!
Em nome de Jesus, saaaaai!"

Mas, fica difícil provar minha tese. Como já disse, o diálogo entre um apóstolo e um mendigo é praticamente impossível hoje em dia... Caso acontecesse, provaria como são diferentes os apóstolos da Bíblia e os apóstolos da pós-modernidade.

4 comentários:

disse...

O que lhes falta? falta, voltarem ao primeiro amor as primeiras obras, votarem a ser servos!

Alan Capriles disse...

É verdade, Rô.
Deixei a pergunta em aberto propositalmente, para nos fazer meditar.
Realmente, o amor prático é o que mais tem faltado em muitos líderes evangélicos.
Que Deus nos livre desta frieza no coração.

Presb. Fabio Scofield disse...

Olá Amado Pr. Alan, Graça e Paz...

Maravilhosa meditação, e por que não dizer, uma necessária reflexão; como disse o apostolo Paulo: Examinai o homem a si mesmo. Nos precisamos buscar dentro de nos mesmo, estes valores, hoje tão escassos no nosso meio.
Sem comentar, a respeito dos apóstolos que andam em carrões ou em jatinhos particulares, numa via totalmente oposta aos pobres e necessitados.
Creio, que, Pedro e João, materialmente, nada possuíam, para dar de esmola aquele mendigo; mas possuía tudo, a graça de Jesus Cristo e as virtudes do Espírito Santo, que era abundante sobre eles. O que devemos refletir é, que, a mesma graça de Jesus Cristo e as mesmas virtudes do Espírito Santo, também estão em nos; talvez os sinais que Pedro e João e os demais apóstolos fizeram naqueles dias (At-5:12-16), não nos é dado o mesmo poder de realizá-lo, na mesma proporção; porque se tratava de sinais, que aram necessários para a edificação da fé na nova Aliança com Cristo. Porem, quanto ao amor e a caridade, devemos refletir na carta aos hebreus cap-13:1-3) -Permaneça a caridade fraternal. Não vos esqueçais da hospitalidade, porque, por ela, alguns, não o sabendo, hospedaram anjos. Lembrai-vos dos presos, como se estivésseis presos com eles, e dos maltratados, como sendo-o vós mesmos também no corpo.
Com certeza os apóstolos dos carrões ou jatinhos, não terão essa sensibilidade, mas nos precisamos urgentemente resgatar esta praticidade Cristã em nossas vidas e em nossos ministérios.
Estou com saudades dos seus comentários no meu blog ! Uma visitinha sem compromisso, será bem vinda. Rs, Rs,Rs.
Deus abençoe abundantemente sua vida, família e ministério em nome de Jesus...

Alan Capriles disse...

Olá, presbítero Fábio!
Fico feliz com seu comentário e enfatizo uma grande verdade que vc resumiu numa frase: que aqueles que
"andam em carrões ou em jatinhos particulares" estão "numa via totalmente oposta aos pobres e necessitados." É uma triste realidade.
Seu blog também está uma bênção.
Glória a Deus por sua vida.
Deus lhe abençoe cada dia mais!