sábado, 13 de agosto de 2011

POR QUE NÃO GUARDO O SÁBADO


Por Alan Capriles

Sei que meu blog é seguido por alguns irmãos que praticam a guarda do sábado e pelos quais tenho em grande estima. Por isso quero logo esclarecer que não escrevo esse artigo para "alfinetá-los", ou para defender a guarda do domingo. Minha única esperança com este artigo é trazer maior esclarecimento e paz aos que, como eu, também não guardam o sábado. Se você é feliz guardando o sábado, não perca seu tempo lendo esse artigo, a não ser que esteja em dúvida quanto à sua prática.

Começarei analisando os argumentos geralmente usados para se defender a guarda do sábado e porque não os aceito como justificativa. Posteriormente, apresentarei as 11 razões que encontro na Bíblia para não se guardar o sábado, concluindo com uma palavra de paz, que espero não ser mal interpretada. Ao me referir aos que guardam o sábado usarei o termo "sabatistas", mas apenas para simplificar e não de maneira pejorativa.

ARGUMENTOS USADOS ERRONEAMENTE COMO JUSTIFICATIVA PARA SE GUARDAR O SÁBADO


Dizem que, como o Sábado está nos dez mandamentos, deveríamos guardá-lo
Ao ser questionado a respeito de qual seria o maior mandamento, Jesus não mencionou nenhum dos dez mandamentos (Mt 22:36-40). Mesmo assim, os sabatistas contra-argumentam, dizendo que o primeiro e maior mandamento mencionado por Jesus seria o resumo dos quatro primeiros 10 mandamentos e que o segundo mencionado por Jesus seria o resumo dos outros seis mandamentos. Mas esta interpretação não se encaixa no contexto do ensino de Cristo. O que Jesus estava ensinando é que não se pode amar a Deus sem amar ao próximo, por isso ele disse que o segundo maior mandamento é semelhante ao primeiro. João, o apóstolo, nos esclareceu isso em sua epístola (1Jo 4:20). Após nos haver deixado seu próprio exemplo, Jesus encerra seu ministério nos deixando o mandamento do amor: “amai-vos uns aos outros assim como eu vos amei” (Jo 13:34; 15:12). O amor é a lei régia que Tiago menciona em sua carta (Tg 2:8) chamada também de lei perfeita, ou lei da liberdade (Tg 1:25). Portanto, constar da lista dos 10 mandamentos não é uma justificativa plausível para se guardar o sábado.

Dizem que, se os apóstolos guardaram o sábado, deveríamos fazer o mesmo.
Os sabatistas apoiam-se nos seguintes textos: Atos 13:42,44; 17:2; 18:4. Mas nenhum desses textos, ou qualquer outro, declara que os apóstolos guardavam o sábado. Essas passagens apenas contam que Paulo também pregava no sábado. Mas isso ocorria porque ele usava a estratégia de pregar nas sinagogas, as quais tinham maior contingente no dia de sábado. Ao ser proibido de fazê-lo, mudou de estratégia e passou a pregar todos os dias na escola de Tirano (At 19:8-10). Além disso, há outras passagens que enfatizam reuniões cristãs ocorrendo no primeiro dia da semana, que é o domingo (At 20:7; 1Co 16:1-2).

Dizem que, como discípulas guardaram o sábado, deveríamos também fazê-lo.
Usam o texto das mulheres que prepararam especiarias e unguentos para embalsamar o corpo de Jesus e que “no sábado repousaram, conforme o mandamento” (Lc 23:56). Mas, o texto se refere ao mandamento da Moisés, não de Cristo. Aquelas mulheres eram judias e estavam em Jerusalém, portanto, se não guardassem o sábado seriam apedrejadas (Ex 31:14-15). Risco que, aliás, Jesus também correu (Mc 3:2-6; Jo 5:16-18).

Dizem que, se Jesus guardou o sábado, deveríamos seguir seu exemplo.
Usam o seguinte versículo: “Indo para Nazaré, onde fora criado, entrou, num sábado, na sinagoga, como era seu costume, e levantou-se para ler.” (Lc 4:16) Apesar deste versículo não dizer que Cristo guardava o sábado, Jesus foi, de fato, o último homem — e também o único — a guardar toda a lei (Rm 10:4). E não poderia ser diferente, pois se Jesus não cumprisse toda a lei, ele não poderia nos justificar de nossos pecados. Ninguém mais, além de Jesus, conseguiu guardar toda a lei (Jo 7:19; Hb 4:15). Ele cumpriu a lei para nos resgatar da mesma (Gl 4:4-5; Rm 15:8-9; Cl 2:14). No entanto, Jesus permitiu que seus discípulos trabalhassem no sábado, como veremos mais adiante. É importante entender que Jesus não guardou o sábado para que seguíssemos o exemplo de guardar o sábado, mas o exemplo de amar o próximo (Gl 5:13-14). Ele se sacrificou guardando toda a lei por amor a cada um de nós, para que fôssemos libertos desse jugo da lei de Moisés. A lei serviu para nos mostrar o quanto estamos distantes do padrão de Deus, destruindo nosso orgulho, provando que todos somos pecadores, que todos necessitamos ser justificados em Cristo (Gl 3:22-24).

POR QUE UM CRISTÃO NÃO DEVE GUARDAR O SÁBADO

1 - A guarda do sábado faz parte de um pacto exclusivo entre Deus e o povo israelita.
“Os filhos de Israel guardarão o sábado, celebrando-o nas suas gerações por aliança perpétua. Entre mim e os filhos de Israel será ele um sinal para sempre; pois em seis dias fez o Senhor o céu e a terra, e ao sétimo dia descansou e tomou alento” (Ex 31:16,17 e também Dt  5:1-3,12; Ez 20:10-12)

2 - A guarda do sábado não existia antes da lei de Moisés.
“E ao homem disse: Porquanto destes ouvidos à voz de tua mulher, e comeste da árvore de que te ordenei dizendo: Não comerás dela; maldita é a terra por tua causa; em fadiga comerás dela todos os dias da tua vida” (Gn.3:17).

3 - A lei de Moisés foi cumprida por Jesus Cristo, que a superou com a lei do amor.
“O fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê.” (Rm 10:4)
“mas o entendimento lhes ficou endurecido. Pois até o dia de hoje, à leitura do velho pacto, permanece o mesmo véu, não lhes sendo revelado que em Cristo é ele abolido” (2Co 3:14). O velho pacto é a antiga aliança de Moisés, com suas ordenanças, que em Cristo foi abolida (Ef 2:14-15). “Ninguém, pois, vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa de dias de festa, ou de lua nova, ou de sábados, que são sombras das coisas vindouras; mas o corpo é de Cristo” (Cl 2:16-17). Os sabatistas dizem que a palavra “Sábado” em Cl 2:16-17 não se refere ao sábado semanal, mas aos anuais ou cerimoniais (Lv 23). Isso não é verdade, pois:
3.1) Sábados anuais ou cerimoniais já estão inclusos na expressão “dias de festa”.
3.2) A palavra grega usada neste texto é “sabatton” que em outras 59 passagens do NT se referem ao dia de sábado. Por que somente em Cl 2:16 seria diferente?
3.3) Se Paulo estivesse falando do sábado anual, ele deixaria isso bem esclarecido.

4 - Estamos em um novo e melhor concerto, ou aliança.
“Mas agora alcançou ele (Jesus) ministério tanto mais excelente, quanto é mediador de um melhor pacto (aliança ou concerto), o qual está firmado sobre melhores promessas” (Hb. 8:6). Cristo instituiu uma nova aliança (Mt.26:28) que aprofundou os mandamentos da antiga, baseando-as no amor (Jo13:34;15:12,17; Rm 13:8-10; Gl 5:13-14; Tg 2:8). A lei dizia: “olho por olho, e dente por dente”. Jesus disse: “não resistais ao mal; mas se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra” (Mt 5:38-39). Esta é uma mudança baseada no amor (Mt 5:46), que não exclui a lei (Mt 5:18) mas a transforma em lei do Espírito da vida (Rm 8:1-2). Quanto ao Sábado, a Lei dizia que deveria ser guardado e santificado (Ex 20:8), mas no novo pacto quem precisa ser guardado e santificado é o povo de Deus, não só em um dia da semana, mas nos sete. Isso é pelo fato do Sábado ser feito para o homem e não o homem para ser escravo do Sábado (Mc 2:27-28).

5 - O sábado foi feito para o homem, não o homem para o sábado.
“O sábado foi feito para o homem, não o homem para o sábado; porque o Filho do homem é Senhor até do sábado.” (Mc 2:27-28) Jesus chamou a si mesmo de Senhor do sábado, ou seja, ele está acima do sábado. Quem está em Cristo já entrou nesse descanso (Mt 11:30; Hb 4:3).

6 - Jesus permitia que seus discípulos trabalhassem no sábado.
“E sucedeu passar ele num dia de sábado pelas searas; e os seus discípulos, caminhando, começaram a colher espigas.” (Mc 2:23) Os discípulos estavam violando a lei e não há como se negar isso. Os fariseus, ao perceberem a infração, questionam Jesus. Porém o Senhor defendeu os discípulos, ao invés de condená-los (Mc 2:23-28).

7 - Os sacerdotes podiam violar o sábado e em Cristo também somos sacerdotes.
“Ou não lestes na lei que, aos sábados, os sacerdotes no templo violam o sábado, e ficam sem culpa? Digo-vos, porém, que aqui está o que é maior do que o templo.” (Mt 12:5-6) “e nos fez reino, sacerdotes para Deus, seu Pai” (Ap 1:6a e também 1Pe2:5,9)

8 - Dentre os dez mandamentos, apenas o que trata do sábado não é mencionado no NT.
Todos os outros nove mandamentos são repetidos no Novo Testamento, como se vê: Adorar somente a Deus (50 vezes); contra idolatria (12 vezes); não tomar em vão o nome de Deus (4 vezes); honrar os pais (6 vezes); não matar (mais de 7 vezes); não adulterar (12 vezes); não furtar (6 vezes); não dar falso testemunho (4 vezes); não cobiçar (9 vezes). Mas o mandamento de guardar o sábado não é ordenado em parte alguma dos quatro evangelhos, nem no livro de Atos, nem nas epístolas, nem no apocalipse. No período neo-testamentário milhares de gentios converteram-se a Cristo. Se guardar o sábado fosse realmente necessário, não é óbvio que Paulo, o apóstolo dos gentios, teria ensinado isto aos novos convertidos? E em At 20:27 Paulo declara nunca ter deixado de anunciar todo o conselho de Deus. Logo, se conclui que a guarda do sábado não é aconselhada por Deus.

9 - O sábado não pode ser guardado em todo lugar do planeta.
De acordo com as instruções em Lv 23:32, o sábado deveria ser guardado de um pôr-do-sol até o outro. Mas, devido à inclinação do eixo da Terra, há muitos lugares no planeta em que o sol não se põe durante semanas e até mesmo meses! Isto acontece em determinadas estações do ano naquelas cidades. Como podem seus habitantes guardarem o sábado neste período? É impossível. Portanto, fica esclarecido que a guarda do sábado era um mandamento apenas para os israelitas. Este mandamento é inconciliável com a ordem do Senhor de fazer discípulos em todo o mundo.

10 - Os gentios convertidos não foram obrigados a guardar o sábado. 
Os sabatistas ensinam que não haverá salvação para quem não guardar o sábado. O capítulo 15 de Atos também conta a respeito de judeus convertidos que ensinavam ser necessário aos gentios observar a lei de Moisés para serem salvos (At 15:5). A questão foi tão polêmica que Paulo e Barnabé viajaram à Jerusalém para encontrar-se com os apóstolos a fim de saber a posição destes a respeito. A conclusão de Pedro foi: “Agora, pois, por que tentais a Deus, pondo sobre a cerviz dos discípulos um jugo que nem nossos pais nem nós pudemos suportar? Mas cremos que somos salvos pela graça do Senhor Jesus, do mesmo modo que eles também.” (At 15:10-11) Tiago asseverou: “Julgo que não se deve perturbar aqueles, dentre os gentios, que se convertem a Deus, mas escrever-lhes que se abstenham das contaminações dos ídolos, da prostituição, do que é sufocado e do sangue.” (At 15:19-20) Como se vê, nesta lista não entrou a guarda do sábado. Não teria sido esta uma ocasião imperdível para se ensinar o quarto mandamento? Por que não o fizeram? Simplesmente porque este era um estatuto para os israelitas, não para todo o mundo.

11 - Os que guardam o sábado atualmente, ou ignoram como se deve guardá-lo, ou agem com hipocrisia.
O livro de Êxodo ensina como se devia guardar o sábado. Não se devia acender fogo (Ex 35:3), deveria se obrigar todos os que estivessem dentro de suas casas a também guardar o sábado (Ex 20:10) e, obviamente, não se podia obrigar outra pessoa a trabalhar em seu lugar. No entanto, nenhum destes preceitos bíblicos são observados pelos atuais sabatistas. Há, inclusive, reuniões em suas igrejas no sábado, para os quais muitos vão de ônibus, obrigando motoristas a trabalharem para eles. Até mesmo o simples uso da eletricidade no sábado seria condenável, pois obriga funcionários da companhia de energia a trabalhar no sétimo dia.

Conclusão

Como devemos tratar um cristão que insiste em guardar o sábado? Com misericórdia, pois ainda que não seja necessário guardar o sábado, tal pessoa não o faz por mal, mas por falta de esclarecimento, pensando estar com isso agradando a Deus. Não devemos discutir com eles, pois a questão não é guardar ou não guardar o sábado, mas o ser uma nova criatura em Cristo. Por isso Paulo não condena tal pessoa, mas a vê como alguém “débil na fé”, que ainda não compreendeu plenamente nossa liberdade em Cristo.

Devo acrescentar ainda que este artigo não defende a guarda do domingo. Para quem está em Cristo todos os dias são igualmente santos.

“Acolhei ao que é débil na fé, não, porém, para discutir opiniões. Um crê que de tudo pode comer, mas o débil come legumes; quem come não despreze o que não come; e o que não come não julgue o que come, porque Deus o acolheu. Quem és tu que julgas o servo alheio? Para o seu próprio senhor está em pé ou cai; mas estará em pé, porque o Senhor é poderoso para o suster. Um faz diferença entre dia e dia; outro julga iguais todos os dias. Cada um tenha opinião bem definida em sua própria mente. Quem distingue entre dia e dia para o Senhor o faz; e quem come para o Senhor come, porque dá graças a Deus; e quem não come para o Senhor não come e dá graças a Deus.” (Romanos 14.1-6)
Alan Capriles

16 comentários:

Cláudio Nunes Horácio disse...

Perfeito! Abraços.

Alan Capriles disse...

Valeu, Cláudio!

Espero que esse breve estudo ajude na libertação de algumas pessoas que se angustiam com esse tema.

Um forte abraço!

Danielle Sueli disse...

Muito esclarecedor, gostei! :)

Anônimo disse...

Depois de ler terei que rever meus conceitos.

Marlon Texeira disse...

andré sampaio, dá uma olhada em II tim 3:16. Lá ele fala que "toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão e para a correção na justiça".Ora, quando Paulo fala "toda a Escritura", ele se refere ao Antigo Testamento, você pode ver isso em Mt 21:42; 22:29 e At 17:2,11. Se toda a Escritura ( Antigo Testamento) para Paulo era inspirado por Deus, e útil para uma porção de fins edificantes, poque hoje excluir uma parte importante dele? porque você ainda hoje não mata não rouba honra seu pai e sua mãe? se você hoje ainda observa essa parte dos mandamentos, porque excluir o sábado? vai negar que Jesus disse que nem um til passaria da lei? ( Mt 5:18).
Quanto à afirmação de que a guarda do sábado não existia antes de Moisés, porque Deus abençoa o sétimo dia em Gn 2:1-3? Sábado em hebraico é shabbat, ou seja o nosso sábado de hoje vem do original hebreu. O domingo vem do latim Dominicus Dies, e foi uma invenção católico-romana para inserir pagãos no culto cristão da época, já que eles adoravam o sol nesse dia. É só ver o significado de sunday - dia do sol.
Interessante vc ter usado muitos recortes de epístolas para defender sua idéia. entretanto na maioria dos casos são questões especificas da lei de Moisés, referentes a cerimônias judaicas, como circuncisão, dias de jejum e tudo mais. Seu exemplo de At 15 se refere a circuncisao. Você termina concluindo que o sabado era para os judeus nao para todo mundo. entao porque Deus o santifica na criaçao, antes de haver hebreu, jebuseu, grego e etc?
Quanto aos discipulos terem colhido espigas no sábado, creio que Deus nao gostaria de vê-los morrer de fome não é? seja razoavel, Deus diz que nosso culto deve ser racional - Rom 12:1. Jesus ainda cita o exemplo de Davi que para não morrer de fome, comeu paes do templo.
Você ainda diz que os antigos hebreus nao podiam nem sair de casa no sábado. olhe o contexto, Deus disse aquilo com relação a colheita de mana, por isso ja diz pra eles colherem em dobro na sexta, que nao seria permitido que ele estragasse. quanto ao uso de serviços publicos, concordo. acho que existe descaso por parte dos adventistas quanto a isso. entretanto, hoje o aconselhado para os que se dizem sabatistas é realizar limpeza da casa, fazer comida e tudo o mais antes do sabado. ate a sexta é chamada de "dia da preparação". mas uma dica: se vc quiser entender o que é guardar o sabado, leia Is 58:13,14. uma dica do proprio Deus.
Quanto ao fato de a Biblia citar uma reuniao com o proposito partir o pao no primeiro dia da semana, é apenas partir o pao, uma reuniao franternal entre eles, nao prova nada, nem mesmo a instituiçao da eucaristia. Apesar de o mandamento sabatico nao ser citado no novo testamento, o dominical tambem nao é. E Paulo não pregava no sábado apenas por causa do costume judeu. Em filipos, no dia de sabado, paulo procurou um lugar de oração perto de um rio. Não se fala em sinagoga nem em judeus, apenas em lugar de oraçao, pode dar uma olhada em At 16:13. Em suma, não sei de que denominação você é, mas tenho certeza que lhe faltam mais provas da observancia biblica do domingo que do sabado. eu tambem ja fui dominical, mas me curvei diante dos fatos. Maranata!

Altino Bertolino Bertolino disse...

Muito bem!!!! Marlon Teixeira. Tudo o que o Alan Capriles disse é o que todos dizem:Católicos, Espíritas,candomblé e toda sorte de evangélicos,começando pelas grandes igrejas pentecostais até a igrejinha de ponta de vila, todas dizem as mesmas coisas, as mesmas desculpas para não se guardar o mandamento de DEUS.É jeitinho (não Brasileiro, mas Romano) de por o mandamento de lado,conforme Marcos 7:9. Lá era o honrar pai e mãe,aqui é a guarda do Santo Sábabo.Em suma: é tudo farisaísmo.

Altino Bertolino Bertolino disse...

Muito bem!!!! Marlon Teixeira. Tudo o que o Alan Capriles disse é o que todos dizem:Católicos, Espíritas,candomblé e toda sorte de evangélicos,começando pelas grandes igrejas pentecostais até a igrejinha de ponta de vila, todas dizem as mesmas coisas, as mesmas desculpas para não se guardar o mandamento de DEUS.É jeitinho (não Brasileiro, mas Romano) de por o mandamento de lado,conforme Marcos 7:9. Lá era o honrar pai e mãe,aqui é a guarda do Santo Sábabo.Em suma: é tudo farisaísmo.

Alan Capriles disse...

Prezado Marlon

O texto que escrevi esclarece tudo quanto você questionou. Mas respeito sua insistência em observar o judaísmo. Quanto a mim, não sou sabatista e nem dominicalista, mas livre em Cristo Jesus.

Alan Capriles disse...

Prezado Altino

Com todo respeito, tive que rir com seu comentário. Você encerra dizendo: "é tudo farisaísmo." Até onde sei os fariseus guardavam o sábado. E como guardavam!

Altino Bertolino Bertolino disse...

Mas.... os que se dizem livres em Cristo, hoje tb dizem as mesmas coisas.....

Altino Bertolino Bertolino disse...

Eu é que estou rindo de vc!!! quando disse que é tudo farisaísmo é porque lá eles guardavam 9 mandamentos desprezando um dos dez que era o honrar pai e mãe, hoje vocês tb guardam 9 desprezando um dos dez que é o sábado,rsrsrsrsrsrsrs.

Rita Lemes disse...

Olá!!
Faz tempo que não apareço, mas o tema me chamou para "alfinetar" [risos] um pouco os sabatistas, embora, em certo tempo eu mesma tenha aceito que deveríamos guardar o quarto mandamento e praticado com muito boa vontade o mesmo.

Contudo, o tempo e a Palavra viva podem nos habilitar a um melhor entendimento quanto as coisas espirituais se nos esvaziarmos de sabedoria humana para receber do Alto.

Não faz bem nem mal descansar no sábado, seja por mandamento ou por necessidade física, pois, UM DIA para o SENHOR é como mil anos e mil anos como um dia.

Não é preciso que guardemos o dia como meio de obediência associado a salvação, pois, o justo viverá pela fé...e esta não depende de obras que nos justifiquem e sim de fidelidade a Lei espiritual registrada em Mt 5:44-47 e Lv 19:18

Quando é rejeitado abertamente o direito e a justiça [Rm 9;4-5], Gl 3:29 é rejeitado sem que se perceba, creio que hoje a necessidade real do povo religioso é de buscar entendimento a cerca das origens da fé e viver pela mesma de forma legítima, a observância dos mandamentos em alguns pontos trazem bençãos para saúde e para vida,mas,JAMAIS salvará um homem, pois o JUSTO VIVE PELA FÉ.

Quanto ao sábado ainda quero deixar registrado um capítulo da carta do apóstolo Barnabé que se lida na íntegra mostra bem o real motivo de ter sido rejeitada pela ICAR....E tbm tem sido rejeitada pelos que pensam que podem descansar quando o PAI trabalha até agora..[João 5:17]

CAPÍTULO 15

O Sábado de Deus

Ainda, sobre o sábado, está escrito no Decálogo que Deus o entregou pessoalmente a Moisés sobre o monte Sinai:

"Santificai o Sábado do Senhor com mãos puras e coração puro."

Em outro lugar, ele diz:

"Se meus filhos guardarem o Sábado, então estenderei sobre eles a minha Misericórdia."

Ele menciona o Sábado no princípio da criação:

"Em seis dias, O Santo dos hebreus fez as obras de suas mãos e as terminou no sétimo dia, e nele descansou e o santificou."

Prestai atenção, filhos, sobre o que significa: "terminou no sétimo dia."

Isso significa que: “O Senhor consumará o universo em seis mil anos!” Pois um dia para ele significa mil anos.

Ele próprio o atesta, dizendo: "Eis que um dia do Senhor será como mil anos." Portanto, filhos, em "seis dias, que são seis mil anos, o universo será consumado." E ele descansou no sétimo dia.

Isso quer dizer que: “quando seu Filho vier para pôr fim ao tempo do iníquo, para julgar os ímpios e mudar o sol, a lua e as estrelas...” Então ele, de fato, repousará no sétimo dia. Por fim, ele diz: "Tu o santificarás com mãos puras e coração puro."

Contudo, se alguém atualmente pudesse santificar, de coração puro, esse dia, que O Santo dos Hebreus santificou, então nós nos teríamos enganado completamente. Porém, se este agora não é o caso, ele o santificará verdadeiramente no Repouso (Dia de Sábado), quando nós formos capazes disso.

Isto é: “quando tivermos sido justificados e tivermos recebido o Objeto da Promessa, quando não houver mais iniquidade, e o Senhor tiver renovado tudo.” Então, poderemos santificá-lo, tendo sido primeiro nós mesmos santificados.

Até e paz a todos!!

Eric disse...

70 Motivos para GUARDAR o sábado:

1. Porque foi escrito pelo próprio dedo de Deus. Gênesis 31:18

2. Porque o Sábado foi abençoado por Deus. Gênesis 2:3 (+ descanso e santificação)

3. Porque todas as coisas foram feitas por Deus. João 1:3

4. O Sábado foi feito por causa do homem e não o homem por causa do Sábado. Marcos 2:27

5. Porque Deus determinou que nos lembrássemos do Sábado para santificá-lo. Êxodo 20:8-10

6. Porque o Sábado é o sinal do poder criador de Deus. Êxodo 20:11

7. Porque o Sábado já existia antes das leis serem dadas no Monte Sinai. Êxodo 16:4, 22, 23, 27-29

8. Porque o nome do Senhor permanece para sempre. Salmos 135:13

9. Porque a obra da criação deverá para sempre ser lembrada. Salmos 111:2-4

10. Porque o Sábado é um sinal entre Deus e o homem. Ezequiel 20:12, 20

11. O Sábado será um sinal para sempre. Êxodo 31:17

12. Porque até os remidos lembrarão o divino poder Criador. Apocalipse 4:11

13. Porque na nova terra iremos adorar a Deus todos os dias especialmente no Sábado. Isaías 66:22-23

14. Porque Deus deve ser verdadeiramente adorado. João 4:16

15. Porque Jesus deu o exemplo de observância do Sábado. Lucas 4:16 (na igreja); Gênesis 2:3 (descanso)

16. Jesus fazia atos de misericórdia no Sábado. Mateus 12:12

17. Porque o dia da preparação seria no sexto dia. Lucas 23:54; Êxodo 16:22,23

18. Porque o filho do homem é Senhor até do Sábado. Mateus 12:8

19. É lícito fazer o bem no sábado. Lucas 6:9

20. Jesus fazia milagres no sábado. João 9:16

21. Porque o Sábado é o dia que antecede imediatamente ao primeiro dia da semana logo ele é o sétimo dia. Mateus 28:1; Êxodo 20:10

22. Os seguidores de Cristo repousaram no Sábado depois da crucificação. Lucas 23:56

23. Paulo e Barnabé foram à sinagoga no dia de Sábado. Atos 13:14

24. Os judeus e gentios reuniam-se na sinagoga nos dias de Sábado. Atos 13:42

25. O Sábado é o dia de oração. Atos 16:13

26. São João foi arrebatado em espírito no dia do Senhor. Apocalipse 1:10

27. Não podemos desviar-nos do Sábado. Isaías 58:13

28. Cristo não veio destruir a lei. Mateus 5:17

29. Porque a lei é eterna. Mateus 5:18

30. Porque não podemos quebrar os mandamentos. Mateus 5:19

31. Porque o homem cuidará em mudar a lei. Daniel 7:25

32. Somos servos de Deus por isso devemos obedecê-Lo. Romanos 6:16

33. Porque se guardamos outro dia não estamos de acordo com Cristo e sim com os homens. Mateus 15:9

34. Se temos certeza quem é Deus porque não segui-Lo? I Reis 18:21

35. Porque as escrituras não podem ser mudadas. Daniel 6:8

36. Deus é o autor da lei. Êxodo 20:3

37. Porque o 4º mandamento mostra autoridade do domínio do autor da lei. Êxodo 20:8-11

38. Serão salvos os que guardam os mandamentos e tem a fé de Jesus. Apocalipse 14:12

39. Porque Satanás está tentando o povo a não guardar os mandamentos. Apocalipse 12:17

40. Porque o sábado foi feito. Marcos 2:27

41. Cristo guardou o sábado. João 15:10

42. Devemos andar como Cristo andou. I João 2:6, 5:3; I Pedro 2:21; João 13:15-17, 15:10

43. Porque Cristo é o mesmo. Hebreus 13-8

44. Serão castigados os que não guardam o sábado. Jeremias 17:27

45. Deus fica irado quando profanamos o sábado. Neemias 13:17-18

46. A lei de Deus é verdadeira. Neemias 9:13-14

47. Bem aventurado é o homem que se guarda de profanar o sábado. Isaías 56:1,2,6,7

48. Deus nos envia uma mensagem com relação ao sábado. Isaías 58:13-14

49. Muitos ensinadores profanam a lei. Ezequiel 22:26

50. Deus está enviando uma mensagem ao mundo para desviar o homem do culto falso para o culto verdadeiro. Apocalipse 14:7-10

Anônimo disse...

Jesus não veio para abolir e sim para cumprir... E o que falam... Mas a circuncisão não foi abolida por Cristo? A, perdão , esqueci que ele não veio para abolir e sim para cumprir... Alias se ele não veio para abolir porque que não somos judeus... Sem esse papo... Muito ridículo essas deturbações sabatista...

José Renato Costa disse...

Essa é a segunda vez que leio esse post do Pr. Allan. Sou professor de EBD e sempre preciso estar informado de todos os lados. Nota-se que meu comentários e para alcançar os comentaristas no qual eu li todos.
É impressionante a posição de cada um. O que me chamou mais a atenção foi o que o parópio Pr.Allan disse no começo:"Se você é feliz guardando o sábado, não perca seu tempo lendo esse artigo, a não ser que esteja em dúvida quanto à sua prática." e também no fim:" Como devemos tratar um cristão que insiste em guardar o sábado? Com misericórdia, pois ainda que não seja necessário guardar o sábado, tal pessoa não o faz por mal, mas por falta de esclarecimento, pensando estar com isso agradando a Deus. Não devemos discutir com eles, pois a questão não é guardar ou não guardar o sábado, mas o ser uma nova criatura em Cristo. Por isso Paulo não condena tal pessoa, mas a vê como alguém “débil na fé”, que ainda não compreendeu plenamente nossa liberdade em Cristo."
Ambas citações servem para os dois lados: os que guardam e os que não guardam.Como a palavra de Deus fala mais alto... Segue os conselhos de Paulo para o líder Tito no início do cap.3:2-11..........
3.2 Aconselhe que não falem mal de ninguém, mas que sejam calmos e pacíficos e tratem todos com educação.
3.3 Pois antigamente nós mesmos não tínhamos juízo e éramos rebeldes e maus. Éramos escravos das paixões e dos prazeres de todo tipo e passávamos a nossa vida no meio da malícia e da inveja. Os outros tinham ódio de nós, e nós tínhamos ódio deles.
3.4 Porém, quando Deus, o nosso Salvador, mostrou a sua bondade e o seu amor por todos,
3.5 ele nos salvou porque teve compaixão de nós, e não porque nós tivéssemos feito alguma coisa boa. Ele nos salvou por meio do Espírito Santo, que nos lavou, fazendo com que nascêssemos de novo e dando-nos uma nova vida.
3.6 Deus derramou com generosidade o seu Espírito Santo sobre nós, por meio de Jesus Cristo, o nosso Salvador.
3.7 E fez isso para que, pela sua graça, nós sejamos aceitos por Deus e recebamos a vida eterna que esperamos.
3.8 Esse ensinamento é verdadeiro. Quero que você, Tito, insista nesses assuntos, para que os que crêem em Deus se interessem em usar o seu tempo fazendo o bem. Isso é bom e útil para todos.
3.9 Mas evite as discussões tolas, as longas listas de nomes de antepassados, as brigas e os debates a respeito da lei dos judeus. Essas coisas são inúteis e sem valor.
3.10 Se uma pessoa causar divisões entre os irmãos na fé, aconselhe essa pessoa uma ou duas vezes; mas depois disso não tenha nada mais a ver com ela.
3.11 Pois você sabe que uma pessoa como esta abandonou completamente o evangelho, e os seus pecados provam que ela está errada.

Vamos ser feliz!

Erivaldo Conceição Dos Santos disse...

É outra, o próprio Deus falou, qualquer que quiser habitar no meio de vós deverá ser circuncidado. A circuncisão também é um sinal perpétuo, e que eles não lêem que Jesus fãs uma nova aliança, se tem uma nova e porque a antiga foi violada, o próprio Deus diz, não me agrado mais dos meus sábados.