terça-feira, 1 de março de 2011

O FOLHETO PROIBIDO

Por Alan Capriles

Há muito tempo venho pregando que os próprios evangélicos é que precisam ser evangelizados. Minha certeza decorre da inquestionável discrepância entre o que Jesus ensinou e o que se pratica hoje na maioria das igrejas evangélicas.

Por acreditarem cegamente em seus líderes, muitos crentes têm se afastado da simplicidade do verdadeiro evangelho, trocando a suficiência da fé em Cristo por uma série de superstições e práticas desnecessárias à vida cristã.

Um exemplo dessa grave realidade é o alerta contido no folheto que transcrevi abaixo. Ele foi distribuído aos participantes de um congresso de batalha espiritual, liderado por Neuza Itioka, que se intitula apóstola. Os idealizadores do referido folheto, destinado aos crentes, são corajosos irmãos em Cristo, decididos a militar (literalmente) pelo retorno ao verdadeiro evangelho.

Erguendo faixas que transcreviam versículos bíblicos, esses guerreiros da fé se dispuseram em pontos estratégicos, a fim de entregar os folhetos a quem se dirigisse ao evento. Porém, por mais pacífica, silenciosa e bíblica que fosse a manifestação, os envolvidos relataram ter sofrido intimidação por parte dos seguranças do congresso.*

Como se não bastasse, a entrada dos congressistas só era permitida depois que eles entregassem na portaria o folheto que haviam acabado de receber. Ou seja, o folheto foi censurado e, muito provavelmente, nem chegou a ser lido pelos participantes do evento.

Mas, o que havia nesse folheto de tão ameaçador assim?

Simplesmente isso: A verdade.
__________

Transcrição do folheto:
Batalha Espiritual Bíblica
LEIA, PEDINDO DISCERNIMENTO
AO ESPÍRITO SANTO.

Jesus levou sobre si nossas dores e enfermidades (Is 53.4) e nos deu Sua paz, diferente da que o mundo dá (Jo 14.27), mas nesse mesmo versículo completa: “Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize”. Isso é muito importante para mostrar que, mesmo na Paz de Cristo, há situações para os cristãos capazes de nos atemorizar, de nos angustiar o coração. Em outras passagens Jesus nos mostra isso, por exemplo, quando nos conclama a não sermos ansiosos com o que haveremos de comer ou vestir (Mt 6.25-34), ou quando nos pede para não nos afligirmos, afinal Ele venceu o mundo (Jo 16.33). Assim, é um ENGANO achar que o cristão não pode ter dificuldades financeiras, doenças, aflições, e é um ENGANO AINDA MAIOR atribuir todos os problemas dos cristãos aos demônios. Lembremos do Apóstolo (de verdade) Paulo.

"Voltemos ao Evangelho puro e simples"
Não é preciso fazer curso de libertação e cura interior para se expulsar demônios. Faz pouco tempo que o movimento de libertação iniciou, contudo faz mais de dois mil anos que Deus liberta seu povo e os livra do inimigo. No século passado pastores como Peter Wagner receberam “revelações” de que para uma pessoa ser liberta, precisaria passar por uma série de rituais e o perdão de Deus apenas não bastava.
LUTA CONTRA MAMON
Nos ministérios de libertação e cura interior, lutar contra Mamom é o cristão dar o seu dinheiro na igreja. Não à toa, uma das ministrações é uma oferta do MELHOR que o cristão tiver no momento, sem a qual a pessoa continuaria prisioneira do tal demônio, tendo em consequência suas finanças presas também. Porém, segundo Jesus, a luta contra Mamom é justamente lutar contra o que as novas doutrinas têm pregado sobre prosperidade.
MINISTÉRIO APOSTÓLICO
Os verdadeiros apóstolos simplesmente expulsavam e os demônios saíam em nome de Jesus. É assim que nós, hoje devemos continuar fazendo se realmente somos seguidores de Cristo. Devemos segui-Lo e não a ensinamentos e “revelações” de pastores e líderes. Tudo o que foge à simplicidade e pureza do Evangelho de Cristo deve ser considerado anátema.
MALDIÇÃO HEREDITÁRIA
Não existe maldição hereditária para quem é cristão. Em Cristo, somos novas criaturas, as demais coisas já passaram. Ter a mesma doença que o pai ou o avô não é maldição hereditária, mas sim um problema de ordem física, genética, que Deus, se quiser, pode curar. Ser pobre como o pai ou o avô não é maldição hereditária, mas sim talvez a chance que Deus está nos dando de depender exclusivamente Dele, conforme Mt 6.25-34. Há também problemas de ordem psicológica, as quais demandam terapia e tratamento profissional adequado.
UNÇÃO SOBRE CHACRAS
Ungir para fechar chacras, não cruzar as pernas e os braços durante a sessão de libertação, ter que expulsar os demônios citando-lhes os nomes (sendo que Jesus expulsou toda uma legião – ou seja, até 6 mil membros – sem nominá-los individualmente), tudo isso são práticas e rituais que nada tem a ver com os ensinos dos Evangelhos. São, no mínimo, superstições gospel e na pior hipótese, são ensinos demoníacos.

A VERDADE É QUE JESUS CRISTO NOS BASTA!
__________

Veja a imagem completa do folheto.
__________

* Confira o relato de alguns participantes do protesto em seus blogs:

http://pedrasclamam.wordpress.com/2011/02/26/um-dia-no-agape-da-ap-neuza-itioka/

http://exemplobereano.blogspot.com/2011/02/o-show-tem-que-parar.html

http://oproponente.blogspot.com/2011/02/o-how-tem-que-parar-neua-ypioca-min.html

11 comentários:

Cláudio Nunes Horácio disse...

Alan, que maravilha ver a Palavra de Deus sendo ensinada, sem macumbogélica, sem ungidos de araque. Eu creio que apesar da censura, muitos serão alcançados. Paz e bem.

Alan Capriles disse...

Amém, Claúdio!

Também creio que muitos serão alcançados pelo verdadeiro evangelho. Apesar dos pesares, algo sensacional está acontecendo, um despertar no mundo todo, que poucos estão percebendo, mas que cresce a cada dia, pois é obra do Espírito Santo. Agradeço a Deus por sua infinita misericórdia.

Graça e paz!

"LABAREDAS DE FOGO" disse...

Esse pessoal pensa entender mais de demônios do que a própria Palavra de Deus.

Não lhes interessa a simplicidade do Evangelho e o verdadeiro poder de Deus.

Wendel Bernardes disse...

Alan,
a Neusa, o Daniel Mastral, a Rebecca Brown fazem parte de um filão mercadológico baseado nas necessidades que o povo ainda possui por lhes faltar conhecimento.

Já li alguns livros da Rebecca (acho que dois), tentei ler um do Daniel mas tava mais pra comédia que pra outra coisa, e da Neusa só ouvi falar...

Hoje acredito que tudo que dizem, é baseado no conhecimento que têm da mente humana, que adora sobrenaturalizar tudo a sua volta, no Brasil então...

Mas creio que voltar ao Evangelho puro e simples seja sim a nossa maior missão!

Parabéns pela proposta!
Abraços!

Rita disse...

A Paz,
Parabéns por essa iniciativa de trazer a tona a verdade e a simplicidade do Evangelho,que essas pessoas tenham a chance de saber qual a razão do movimento,e recebam a fé da verdade,apesar de nos entristecermos com tais práticas,a Bíblia diz que chegaria o tempo que não suportariam a sã doutrina,além de amontoarem para si doutores conforme suas próprias concupiscências,bem,esse tempo chegou,que haja tempo para muitos voltarem ao primeiro amor,e outros lembrarem onde caíram...

Estarei postando no meu blog o texto para fins de divulgação,precisamos unir forças contra o império das trevas ,revelando a simplicidade e o amor do Evangelho genuíno.
Um abraço,e paz do Eterno Salvador!!

Pr. J. Fabio Scofield disse...

Olá! Pr. Alan, Graça e Paz...

Mais uma batalha, porem em defesa da fé! (Jd-3-4).

Quanto a esta turma, isto não é nada novo em nosso meio evangélico,visto que as denominações predominantes são as "Pentecostais", que crêem que a fé, só é verdadeira se for vivida através de experiências sobrenaturais. Que na verdade eles estão propondo aos incautos e ignorantes na fé, é reviverem uma antiga e atual religião "O Gnosticismo e a Nova Era" dentro do evangelho.

Creio que o amado Pastor já conhece, se não, quero lhe indicar um Site do Sherif Michael, ele tem bons estudos a este respeito.
Estou esperando novas publicações dos livros apócrifos!
Deus te abençoe...

René disse...

Que coisa insana, esse seguir cegamente a líderes, só porque usam o nome de Jesus, não é, Alan?

Eu já tinha visto isso, pois acompanho o blog da Vera (Estrangeira) há um bom tempo! O trabalho deles é realmente corajoso e muito bom!

Abração, meu amigo, e Paz!

João Carlos disse...

Alan,

Só o fato dos participantes deste "congresso" terem recebido este folheto e terem sido obrigados a deixá-lo na portaria já é suficiente para eles desconfiarem que algo de errado está no meio destes anunciadores de outro evangelho (com E minúsculo).

Que o Espírito Santo, que a todos convence do pecado, da justiça e do juízo, toque nestas vidas, trazendo-os de volta ao verdadeiro Evangelho.

Um grande abraço!

JC

disse...

Realmente há muitas igrejas assim, fazem cura interior, quebra de maldições, batalha espiritual, já li livros da Neusa ela me lembra Valnice Milhomens.
Sabe meu amigo creio que este despertar é como a Reforma que todos falam, começando em nós, movido pelo Espírito da verdade e assim muitos serão alcançados. Paz!

Regina Farias disse...

Oi, Pastor,

Isso tudo é um "acinte" ao pessoal da macumba.

Pelo menos eles não usam O Nome do Senhor Jesus.

Porém, como vc diz, está havendo algo maravilhoso. Por causa do amor e da misericórdia do Pai.

Meu carinho,

Rê.

Alan Capriles disse...

Olá, amigos!

Peço perdão pela demora em publicar os últimos comentários. Meu HD deu pane menos de 12 hs após eu publicar esse texto. Estou usando agora um velho computador. Será que é a tal batalha espiritual? Rsrs...

Um forte abraço a todos, na paz do Senhor Jesus!