sexta-feira, 11 de abril de 2014

ESTÁGIOS DA INQUIRIÇÃO

Andarilho Sobre o Mar de Neblina - Friedrich
Por Russell Norman Champlin

É útil lembrar que a busca da verdade continua e que a verdade não morre com a morte de alguém. Também é impossível estagná-la dentro de um sistema qualquer que tolamente acha ter toda a verdade e ter resolvido todos os problemas. Erasmo certamente tinha razão quando insistia em que a linguagem humana não pode aprisionar o infinito. Ele certamente tinha razão quando defendeu, com vigor, a liberdade da investigação.

Estágios da Inquirição

1. Materialismo
A alma é imersa no bem-estar físico: dominada pelo egoísmo; afligida pelo agnosticismo e ateísmo.

2. Superstição
As evidências de poderes super-humanos são suficientes para convencer a alguns de que a abordagem materialista não pode explicar todos os fenômenos. Mas bem pouco é reconhecido acerca de tais forças.

3. Fundamentalismo Rígido, Farisaico
Livros Sagrados tomam-se objetos de adoração. Credos rígidos dominam o pensamento. Porções dos Livros Sagrados são distorcidas ou omitidas na tentativa de criar um credo sem conflitos ou problemas.

4. Mente Inquiridora, Iluminada
Os homens começam a pensar; as convicções espirituais são mantidas, mas há menos dependência ao mero dogma. O intelecto é posto por detrás da inquirição espiritual.

5. Perseguição e Perseverança
A alma do indivíduo é afligida por profundos anelos espirituais. Há tensão interior, ou mesmo angústia espiritual. O amor de Deus passa a ser enfatizado acima de tudo.

6. A Vereda Mística
A alma esforça-se por desvencilhar-se dos muitos dogmas e sistemas parciais. A alma procura a Presença de Deus. A iluminação é procurada com todo o coração.

7. Estágio Final
Transformação à imagem do Logos na Visão Beatífica.

(Enciclopédia de Bíblia, Teologia e Filosofia - vol. 1)

_______________________________________________

Meu comentário

Especialmente no que concerne aos três primeiros estágios, nem sempre a alma seguirá pela sequência proposta por Champlin. Por exemplo, o Fundamentalismo Rígido (classificado acima como estágio de número três) pode conduzir algumas pessoas pensantes ao agnosticismo (primeiro estágio da inquirição) e não ao nível seguinte. Foi o que ocorreu com Bart Ehrman, o qual ficou tão chocado ao descobrir a verdade que abandonou de vez o pastorado e também sua fé em Deus. Seu testemunho de como ele deixou de ser um evangélico (nascido de novo - ele faz questão de dizer) para tornar-se agnóstico, serve de alerta para todos que distorcem e omitem porções do Livro Sagrado "na tentativa de criar um credo sem conflitos ou problemas" - característica de todo fundamentalismo religioso. Aqueles que, como Ehrman, um dia despertarem para os absurdos do fundamentalismo que agora praticam, dificilmente alcançarão as convicções espirituais do nível quatro, pois a revolta e o trauma religioso poderão levá-los ao primeiro estágio da inquirição, onde permanecerão estagnados como agnósticos ou ateus. Mas bem-aventurados aqueles que conseguem superar seus traumas, deixando para trás a revolta, a fim de seguir em frente neste apertado caminho da iluminação da alma.

P.s.: Por favor, que ninguém me pergunte o que significa ser transformado "à imagem do Logos na Visão Beatífica". Ainda não cheguei lá...
_______________________________________________


3 comentários:

Lígia Brandão disse...

Olá Alan!Gostei muito da explicação que esse texto imprime e naturalmente gera desdobramentos.O caminho que toda alma percorre para Deus é invisível com toda certeza,olho humano não pode alcançar.São os caminhos do coração,as expressões mais íntimas do ser.E todas medidas pelo Eterno que não nos vê como nós nos vemos.E nesse amor inimaginável somos tratados de forma sublime e perfeita,pois o amor assim é.Deus é amor.E esse amor legitimado na consciência e praticado no chão da terra faz iniciar um caminho que se dilata todos os dias mais e mais até se tornar dia perfeito.Imagino eu,e posso estar errada:a doutrina dos que seguem a Deus é o amor.

Lígia Brandão disse...

Caro Pr.gostei muito do texto.E acho muito lógico o que é e exposto.
"Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito.
Vou preparar-vos lugar. João 14."
Tenho certeza que a bondade e misericordia de Deus nos acompanha em cada etapa espiritual da nossa existência.
E creio que sabemos só aquilo que estamos preparados para saber,caso contrario vamos acabar nos corrompendo cada vez mais.Eu e meu esposo estamos iniciando uma leitura de todos os evangelhos para com calma procurar entender o que pudermos.Que o Bom Deus nos abençoe e nos guarde a todos,e assim Ele o faz todos os dias(nós sabemos).Que a nossa doutrina seja enfim cada dia mais o amor até se fazer dia perfeito para cada um de nós.Cordiais lembranças e todo o meu respeito em Cristo.

Skyline Spirit disse...

pretty nice blog, following :)